Terence McKenna – Quem foi? – Mestres Mortos

terence mckennaTerence McKenna foi um psiconauta, palestrante e escritor norte-americano. Ele falava de uma grande variedade de assuntos: Metafísica; Linguagem; Evolução histórica e civilizacional; Xamanismo; Plantas enteógenas, Drogas psicodélicas; alucinações e teorias sobre a origem da consciência humana. Ele foi o criador daquilo que se chamou novelty theory (teoria da inovação).

McKenna defendia a exploração de estados alterados da mente através da ingestão de substâncias psicodélicas naturais. Ele falava especialmente de cogumelos alucinógenos e DMT, que ele acreditava ser a apoteose da experiência psicodélica. Apesar de evitar a fidelidade a uma única interpretação, ele era aberto à visão da experiência psicodélica como viagem trans-dimensional. Isso seria literalmente encontrar aquilo que poderiam ser nossos ancestrais, ou espíritos da Terra.

Ele manteve oposição à maioria das formas de religião organizada e formas de despertar espiritual baseadas em gurus. Filosoficamente ele expressava admiração por Marshall McLuhan, Pierre Teilhard de Chardin, Alfred North Whitehead, cristianismo gnóstico e alquimia. O filósofo grego Heráclito sempre foi considerado seu favorito.

No campo da literatura ele apreciava muito o trabalho de James Joyce, considerando seu último romance, Finnegan’s Wake, “A obra de arte, ou no mínimo de literatura, quintessencial do século XX”. Outro autor muito admirado por ele era Vladimir Nabokov, autor de Lolita. Terence Mckenna dizia que teria se tornado um palestrante de Nabokov se nunca tivesse conhecido os psicodélicos.

Durante os últimos anos de sua carreira, McKenna engajou-se bastante no reino teórico da tecnologia. Ele defendeu a ideia de uma singularidade tecnológica. Em sua última palestra pública, Psicodélicos na Era das Máquinas Inteligentes, ele traçou fortes laços entre tecnologia da computação, humanos e substâncias psicodélicas.

Citação de Terence McKenna:

psilocybe“É claramente uma crise de duas coisas: Consciência e condicionamento. Essas são duas coisas que os psicodélicos atacam. Nós temos o poder tecnológico, as técnicas de engenharia para salvar nosso planeta, curar doenças, alimentar os famintos, acabar com as guerras; Mas nós carecemos da visão intelectual, da habilidade de mudar nossas mentes. Devemos nos descondicionar de 10.000 anos de mau comportamento. E isso não é fácil.”

Edição, tradução e adaptação: Sebastian Valle

Fonte: Wikipedia em inglês

Canal de Terence McKenna no Youtube

Conheça outros Mestres Mortos aqui no Livre de Si

Comentários

comentarios

This entry was posted in Mestres Mortos and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>